O MUNDO DELE👂


Na nossa praia - Agosto 2020


Não é sempre, mas há momentos em que gosta de ficar no silêncio do mundo dele.

Aqui, no pico do nosso verão intenso, estava a contemplar o mar que tanto gosta, a ouvi-lo como consegue e a descansar. Ficou ali, a mexer na areia enquanto as sensações lhe iam entrando no corpo e na alma através da visão, do tacto, do olfacto e até do paladar que o sabor do mar lhe oferece.
O mundo do Duarte é confuso sem aparelhos auditivos e não é fácil para quem está de fora, entender. Muitos estímulos, cansaço, pouca percepção e um esforço enorme. Às vezes, precisa de se isolar. Deixamo-lo sempre que sentimos que lhe faz falta tempo para ganhar forças.
Aqui disse-me:
- mãe, eu fico aqui um bocadinho sozinho.

Fiquei a vê-lo de longe, aproximei-me e tirei esta fotografia para um dia lhe mostrar e nunca duvidar do quanto é especial. Não por ser surdo, mas por ser fiel a si mesmo, aos seus limites e ao respeito imenso pela sua condição.
Há pessoas que passam uma vida inteira a tentar encontrar um caminho de equilíbrio e nunca atingem essa maturidade.
Ter noção que precisa de parar para carregar baterias e focar-se, é de uma capacidade enorme com esta idade.

Tenho aprendido tanto com este miúdo!

Quem nasce na adversidade, cria resiliência!

Parar. Respirar. Seguir em frente. Sempre!💕

Um beijo
M❤

Share:

0 comentários